VOLTAR PARA HOME

Anar


Em 2001, um grupo de radialistas do interior de Minas Gerais e São Paulo idealizaram a criação de uma associação com foco na valorização do rádio e união de profissionais da área.

Outros encontros e reuniões aconteceram, onde foram tomadas novas posturas com objetivo de estabelecer um diálogo único no rádio.

Em 2013, o grupo convocou a radialista Valéria Tinoco, na época coordenadora da Paranaiba FM de Uberlândia, para reunir mais radialistas, propor novas ações ao projeto.

Valéria Tinoco sugeriu a oficialização da ANAR (Associação Nacional do Radialistas), cujo foco principal seria valorizar o rádio e fortalecer a união da classe de profissionais desta área.

Com grande aprovação por parte do grupo, o órgão foi oficializado em  14 de Abril de 2014, sendo criado seu estatuto e composição de presidente, diretores e secretários. 

O evento contou com a presença radialistas do estado de Minas Gerais, São Paulo, Espirito Santo.

Ações propostas: 

  • Criar o Museu do Rádio
  • Capacitar e profissionalizar de colaboradores e gestores
  • Buscar  novas plataformas de programação e conteúdo.
  • Criar estratégias visando a união de radialistas.
  • Desenvolver estratégias de aproximação do ouvinte e do artista com o veículo rádio.
  • Criar do Prêmio da Música no rádio
  • Promover encontros para discussão de temas relevantes.

Todas as estratégias terão como objetivo colocar o rádio em evidência.

Visão

Ser uma associação atuante, criativa, inovadora com referência e conceito de qualidade, ética e profissionalismo.

Missão

Valorizar o rádio e desenvolver ações para capacitar e profissionalizar colaboradores e gestores deste mercado.

Valores

Transparência, integridade, responsabilidade, respeito e comprometimento com associados, parceiros, colaboradores e sociedade.